• Rua Dr. João Colin, 1285. Sala 03 Joinville/SC
  • Horário: Seg-Sexta: 08.00 às 18.00
  • (47) 3422- 1550

  • cceg@cceg.com.br

Pense num dicionário que no lugar das definições chatas e precisas de palavras e etimologia você encontre expressões cheias de significado, poesia e sabedoria.

Pois esse dicionário existe e foi escrito por crianças. Ele faz parte do livro “Casa das estrelas: o universo contato pelas crianças” do colombiano Javier Naranjo que, como professor infantil, colecionou e compilou as definições para o dicionário ao longo de quase 10 anos de trabalho. “Eles têm uma lógica diferente, outra maneira de entender o mundo, outra maneira de habitar a realidade e de nos revelar muitas coisas que esquecemos”, diz o autor à BBC. Por isso no delicioso dicionário o “branco é uma cor que não pinta” e “Deus é o amor com cabelo grande e poderes”.

Como professor em diversas escolas rurais do Estado de Antioquía, ao leste da Colombia, Javier recolheu mais de 500 definições durante os exercício e atividades literárias com as crianças como jogos de palavras e invenção de histórias. Ele diz que teve a ideia de pedir aos alunos uma definição do que era uma criança, em uma comemoração do dia das crianças. “Me lembro de uma definição que era: ‘uma criança é um amigo que tem o cabelo curtinho, não toma rum e vai dormir mais cedo’. Eu adorei, me pareceu perfeita.”

Conheça um pouco do dicionário:

Adulto: Pessoa que em toda coisa que fala, fala primeiro dela mesma (Andrés Felipe Bedoya, 8 anos)
Ancião: É um homem que fica sentado o dia todo (Maryluz Arbeláez, 9 anos)
Água: Transparência que se pode tomar (Tatiana Ramírez, 7 anos)
Branco: O branco é uma cor que não pinta(Jonathan Ramírez, 11 anos)
Camponês: um camponês não tem casa, nem dinheiro. Somente seus filhos (Luis Alberto Ortiz, 8 anos)
Céu: De onde sai o dia (Duván Arnulfo Arango, 8 anos)
Colômbia: É uma partida de futebol (Diego Giraldo, 8 anos)
Dinheiro: Coisa de interesse para os outros com a qual se faz amigos e, sem ela, se faz inimigos(Ana María Noreña, 12 anos)
Deus: É o amor com cabelo grande e poderes(Ana Milena Hurtado, 5 anos)
Escuridão: É como o frescor da noite (Ana Cristina Henao, 8 anos)
Guerra: Gente que se mata por um pedaço de terra ou de paz (Juan Carlos Mejía, 11 anos)
Inveja: Atirar pedras nos amigos (Alejandro Tobón, 7 anos)
Igreja: Onde a pessoa vai perdoar Deus (Natalia Bueno, 7 anos)
Lua: É o que nos dá a noite (Leidy Johanna García, 8 anos)
Mãe: Mãe entende e depois vai dormir (Juan Alzate, 6 anos)
Paz: Quando a pessoa se perdoa (Juan Camilo Hurtado, 8 anos)
Sexo: É uma pessoa que se beija em cima da outra (Luisa Pates, 8 anos)
Solidão: Tristeza que dá na pessoa às vezes(Iván Darío López, 10 anos)
Tempo: Coisa que passa para lembrar (Jorge Armando, 8 anos)
Universo: Casa das estrelas (Carlos Gómez, 12 anos)
Violência: Parte ruim da paz (Sara Martínez, 7 anos)
Fonte: livro Casa das estrelas: o universo contado pelas crianças, de Javier Naranjo
“Nós adultos somos condescendentes quando falamos com as crianças e deve ser o contrário. Mais que nos abaixarmos temos que ficar na altura deles. Estar à altura deles é nos inclinarmos para olhar as crianças nos olhos e falar com elas cara a cara. Escutar suas dúvidas, seus medos e seus desejos”, diz.

Fonte: BBC Brasil

Tags: , , , , , ,


Notice: Array to string conversion in /home/cceg/public_html/wp-content/themes/assurance/includes/library/functions.php on line 295

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

dezessete − 3 =