• Rua Dr. João Colin, 1285. Sala 03 Joinville/SC
  • Horário: Seg-Sexta: 08.00 às 18.00
  • (47) 3422- 1550

  • cceg@cceg.com.br

Uma pesquisa global encomendada pela Dove mostra que as mulheres são suas piores críticas de beleza – apenas 4% delas, em todo o mundo, consideram-se bonitas. Índice que já melhorou se comparado com 2004 quando eram somente 2%, de acordo com a primeira pesquisa realizada.

Com esses dados na mente, a Dove inicia um projeto global assinado pela Ogilvy & Master Brasil, que pretende mostrar como as mulheres se vêem em comparação à como são vistas. Para isso, o filme destaca o trabalho de Gil Zamorra, um artista forense do FBI que já produziu mais de 3 mil retratos falados em sua carreira.

Quando fui convidado para participar do filme de Dove, não havia pensado que os resultados seriam tão distintos“, disse Zamora. “O que me marcou foram as reações emocionais que as mulheres tiveram quando viram os dois retratos lado a lado. Acho que elas perceberam que esta autopercepção distorcida afetou partes de suas vidas e as escolhas que fizeram.”

O documentário mostra mulheres que foram convidadas a fazerem seus retratos falados. Essas mesmas mulheres tiveram um segundo retrato feito a partir das percepções de outra pessoa. Assista ao vídeo e veja os retratos aqui.
O que isso pode dizer sobre o ser humano?

A Janela de Johari é um modelo que procura revelar o grau de lucidez que existe sobre as relações interpessoais classificando-as em quatro janelas que identificam o quanto nos escondemos ou nos abrimos para as relações.

O chamado EU CEGO, fala sobre como nossas características são percebidas pelos outros, mas geralmente não estamos cientes delas, ou porque não recebemos feedback ou porque não queremos receber…  Como por exemplo, a campanha Dove que mostra o quanto podemos estar cegos sobre nossa verdadeira beleza. Estar cego para si mesmo, de certa forma, é estar cego para as relações.

A CCeG recomenda: marque hoje mesmo uma consulta com seu oftalmologista e se abra para o mundo!

Tags: , , ,

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *